O que estudar para ser perito criminal: tudo o que você precisa saber

perito criminal

O que estudar para ser perito criminal: tudo o que você precisa saber

A carreira de perito criminal exige bastante estudo. É necessário dedicação e esforço de quem vai ingressar nela. Vamos explicar o que estudar para ser perito criminal, neste artigo. Saiba o passo a passo para você saber como se preparar e em quais áreas precisa ter formação. 

Quais as formações aceitas em concursos para Perito Oficial? 

Primeiramente, para seguir a carreira de perito criminal é necessário que o candidato já possua uma formação superior. O perito criminal é a pessoa especializada na investigação científica de crimes, mas a vantagem é que não precisa ser uma área específica. O candidato pode ser de várias áreas como por exemplo do curso de Direito, Química, Física, Medicina, Odontologia, Biologia,  Engenharias, dentre outros. Assim, tudo o que você aprendeu na graduação servirá para sua atuação profissional em perito criminal.

Para ser perito terá que se inscrever em concurso público para poder seguir a carreira. Após aprovação deve realizar um curso de formação em técnico-pericial na Polícia. Com isso pode ser convocado a investigar homicídios, roubos, fazer a perícia de documentos ou acidentes de trânsito. 

Até chegar a atuação você vai ter que saber o que estudar para ser perito criminal. Abaixo destacamos algumas tarefas que você deve seguir para se tornar um profissional em perícia científica.

O que estudar para ser perito criminal?

A princípio você precisa ter cursado qualquer área de formação que esteja inserida nos editais de concurso público para perito criminal. Como falamos anteriormente, elas são divididas em várias áreas que vão das exatas às biológicas. Formações em Geografia, Fonoaudiologia, Nutrição, Farmácia e Psicologia, que não tínhamos comentado, também podem fazer parte dos editais de perito. Isso porque áreas essas graduações abrangem áreas como Informática, Financeira, Química, Engenharia, Genética e Meio ambiente.

Mercado de trabalho para o perito criminal

O mercado de trabalho para perito vai depender da publicação de editais de concursos públicos. Em razão das mudanças orçamentárias em vários órgãos públicos brasileiros, talvez demore um pouco para abertura de concurso. Os salários são altos chegando a se aproximar com o Judiciário, no qual os servidores recebem de 4 a 7 mil reais. 

Concursos públicos de perícia criminal

No Brasil, em 2013,  foram realizados mais de 10 concursos públicos para área de perito criminal e auxiliar criminal, para diversas áreas. Até o momento, está previsto concurso para Perito Criminal no Amazonas (Polícia Civil) e Nacional INSS e Polícia Federal, mas são apenas especulações. Para ter certeza, o importante é ficar atento aos sites de editais de concursos. 

O que precisa estudar para ser perito criminal durantes as etapas de provas são conteúdos básicos como Língua Portuguesa, Informática, Raciocínio Lógico, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional,, Legislação Especial e Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal. Na parte específica, caem conteúdos da área pretendida (nessa parte entra a formação superior do candidato).

As etapas dos concursos públicos costumam ser:

– Prova objetiva;

– Prova discursiva;

– Exame de Aptidão Física (EAF);

– Avaliação médica;

– Avaliação psicológica;

– Avaliação de títulos.

A lista atualizada de concursos públicos de perícia criminal pode ser examinada em qualquer página especializada em provas para profissão. As provas costumam ser preparadas pelas empresas CESPE, IESES, Polícia Civil, dentre outros.

Quanto ganha um perito criminal? 

E o salário? Quem quer ingressar nessa carreira pode chegar a uma remuneração inicial de 2.500 reais. Pode ter também uma melhoria salarial após 10 anos de trabalho, chegando a receber até 7 mil reais. 

O que faz um perito criminal?

Por fim, ser perito criminal exige muito esforço, foco e estudo. O profissional vai desvendar os piores delitos. Trabalhar na área criminalística analisando assassinatos e documentos, ocorrências policiais de acidentes no trânsito, a fim de encontrar as falhas não reveladas para auxiliar a resolução dos crimes. As provas servem de provas para serem apresentadas em julgamento. 

Durante o processo o profissional responsável por investigar os crimes vai recolher digitais, fazer a perícia de documentos, os indícios de balas e restos de cartuchos e demais materiais presentes no crime. 

Como se preparar para ser perito

Acredito que após ler esse artigo você já saiba o que estudar para ser perito criminal, mas com certeza ainda está com algumas dúvidas como começar. É necessário estudar muito, dedicar-se aos conteúdos programáticos e exercita-se para as provas físicas. 

Para conseguir fixar os conteúdos a serem estudados faça mapas mentais, resolva exercícios das provas anteriores, assista a vídeos aulas, etc. Assim você terá mais facilidade de entender os conteúdos básicos e específicos exigidos na prova. 

Quer saber mais?

Para conhecer mais sobre a profissão você pode também procurar filmes e séries que tenham a profissão como parte do roteiro. A série famosa CSI – Investigação Criminal, ganhou muitos telespectadores por desvendar os crimes desde a coleta de dados até chegar na necropsia e outros procedimentos laboratoriais com os corpos das vítimas.

E agora, já sabe o que estudar para ser perito criminal? Não deixe de conferir os editais, relaxe, foco e bons estudos!

Deixe uma resposta